TRT da 8ª Região (PA/AP) inaugura sala de amamentação, fraldário e brinquedoteca em espaço dedicado à conciliação em Belém (PA)

0
5

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (PA/AP) inaugurou, na última sexta (12), três espaços dedicados ao atendimento das famílias que vêm a Justiça do Trabalho para participar de audiências de conciliação. A inauguração ocorreu ao mesmo tempo em que foram comemorados os dois anos da implantação do CEJUSC no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região.

Foram inaugurados e já estão funcionando a sala de amamentação, o fraldário e a brinquedoteca. A implementação dos novos espaços foi fruto de doações de juízes, servidores, advogados e até reclamadas, que viram a necessidade de um atendimento diferenciado para as famílias de trabalhadores atendidos diariamente no TRT.

A coordenadora dos Cejuscs no Pará e Amapá, desembargadora Walquíria Norat, contou: “Já fizemos audiência com criança chorando, então a finalidade é acolher as famílias que vem aqui. Isso facilita para a trabalhadora que vem com uma criança e que pode utilizar  um espaço adequado para ela amamentar ou para aguardar a audiência”.

Inauguração

A inauguração ocorreu no dia em que o Cejusc comemorou dois anos de implantação no TRT da 8ª Região (PA/AP). “Nesses dois anos nós passamos por diversos desafios. Inicialmente, tivemos a fase de adaptação dos novos servidores, dos advogados, dos jurisdicionados. Depois de um ano, conquistamos esse espaço mais confortável para todos e também conseguimos aprimorar todo o trabalho com cursos para os nossos 18 conciliadores e ampliamos o nosso atendimento para 16 Varas Trabalhistas de Belém”, destacou a Juíza do Trabalho Erika Bechara, coordenadora do Cejusc Belém. “Atendemos, diariamente, advogados e jurisdicionados em 10 salas de conciliação de manhã e à tarde para dar andamento mais célere às pautas de conciliação e continuamos mantendo o índice de 40% de acordos”, completou.

O atendimento realizado pelo Centro de Conciliação do TRT foi destacado durante a Correição Ordinária realizada pelo Corregedor Geral da Justiça do Trabalho, ministro Lelio Corrêa. Segundo a coordenadora suplente do Cejusc Belém, juíza do Trabalho Roberta Santos, “ele registrou que, dos Cejuscs visitados, o do TRT da 8ª Região é um dos que têm a melhor estrutura”, ressaltou.

A juíza ainda destacou a importância de uma boa infraestrutura para as conciliações. “Nós temos um espaço adequado tanto para a realização das audiências, com um clima apropriado para a conciliação. A sala de amamentação e o fraldário foram iniciativas pensadas após nossa mudança para o Cejusc”.

A servidora Isabela Almeida, que tem um bebê de um ano e meio, elogiou a iniciativa. “Eu achei  de uma sensibilidade enorme porque é muito importante haver esse acolhimento tanto para as mães quanto para os pais. Muitas vezes, eles não têm com quem deixar os filhos para comparecerem aqui na Justiça do Trabalho. E antes de existir esse espaço, os pais tinham que ficar com os filhos na audiência e isso gerava um certo desconforto”.

O Cejusc Belém funciona no primeiro andar do Fórum Trabalhista de Belém, prédio localizado ao lado do edifício sede do TRT, na Praça Brasil.  Além de Belém, os Centros de Conciliação da 8ª Região funcionam em Parauapebas (PA) e Macapá (AP).

Veja fotos aqui.

Fonte: TRT da 8ª Região (PA/AP)

CSTJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here