TRT da 23ª Região (MT) homologa 1,5 milhão de reais em acordos no primeiro dia da Semana Nacional de Conciliação

0
8

No primeiro dia da 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, o Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT) contabilizou aproximadamente R$ 1,5 milhão em acordos homologados em todo o Estado. Com o tema “Menos Conflitos. Mais Soluções: com a conciliação o saldo é sempre positivo”, o evento teve início na segunda-feira (27) e segue até sexta (31) em todo Brasil.

Ao todo, foram realizados 70 acordos nas varas do trabalho que participam do mutirão.  Os dados são da Coordenadoria Judiciária e de Apoio à Execução e Solução de Conflitos (Cejaesc), que faz o balanço das informações.

Entre os acordos desta segunda feira (27), destaca-se uma conciliação realizada com o Banco Santander, no valor de 390 mil reais. O acordo foi firmado na 3ª Vara do Trabalho de Cuiabá em um processo que tramita desde 2016. O empregado requeria, em juízo, entre outros pedidos, a equiparação salarial com um colega de trabalho que exercia as mesmas atividades, na mesma localidade e igual perfeição técnica. Em maio de 2017, a segunda turma do TRT reconheceu a equiparação salarial, mas foi a audiência realizada no primeiro dia da Semana Nacional de Conciliação Trabalhista que resultou no acordo para pagamento da dívida.

– Conflitos + Soluções

Durante a V Semana Nacional de Conciliação Trabalhista, a Justiça do Trabalho soma esforços para ampliar o número de audiências entre empregados e empregadores com vistas a alcançar o maior número possível de acordos.

Os mutirões têm trazido bons resultados. Somente nas quatro primeiras edições do evento foram contabilizados mais de 700 mil pessoas atendidas, cerca de 102 mil acordos consolidados e um montante movimentado que ultrapassou os R$ 2 bilhões. Os dados reforçam o tema da campanha desse ano, “com a conciliação o saldo é sempre positivo”.

Participam do evento a 1ª, 3ª 4ª e 9ª varas do trabalho de Cuiabá, além da 2ª de Rondonópolis, 1ª e 2ª de Sinop, 1ª e 3ª de Várzea Grande e unidades de Mirassol D’Oeste e Sorriso (MT).

Fonte: TRT da 23ª Região (MT)

CSTJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here