TRT da 1ª Região (RJ) homenageia profissionais que atuaram na Semana Nacional da Conciliação Trabalhista

0
5

Na tarde desta quarta-feira (5), o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ) realizou uma cerimônia de encerramento da 5ª edição da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. Na ocasião, foram entregues certificados de reconhecimento a magistrados, servidores, advogados, empresas e escritórios de advocacia que se empenharam na promoção da cultura da conciliação, incentivando a homologação de acordos.

O evento foi realizado nas novas instalações do Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas da Capital (Cejusc-CAP), no Fórum Ministro Arnaldo Süssekind (prédio-sede), inauguradas durante a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, que foi realizada de 27 a 31/5 e cuja abertura ocorreu, pela primeira vez, no Rio de Janeiro. 

Veja fotos da solenidade no álbum do TRT no Flickr.

Esforço conjunto

Ao abrir o evento, o presidente do TRT, desembargador José da Fonseca Martins Junior, destacou que, desde o início de sua gestão, vem ressaltando a importância do trabalho compartilhado, integrando magistrados, servidores, associações, jurisdicionados e advogados, e que a inauguração das novas instalações do Cejusc-CAP é o exemplo mais eloquente dessa integração. “Em apenas 30 dias, conseguimos montar esse centro de conciliação de excelência, um dos maiores do país. Em virtude desse feito, bem como pelo nosso resultado na Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, agradecemos e parabenizamos a todos que se empenharam no incentivo à cultura da conciliação”, declarou.

Também fizeram uso da palavra o vice-presidente do tribunal e coordenador do Cejusc-CAP de segundo grau, desembargador Cesar Marques Carvalho; a corregedora-regional, desembargadora Mery Bucker Caminha; e o coordenador do Cejusc-CAP de primeiro grau, juiz Múcio Borges, que também agradeceram pelo empenho de magistrados, servidores e terceirizados para os bons resultados obtidos na 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. A desembargadora Edith Maria Côrrea Tourinho, corregedora do TRT no biênio 2015-2017, foi homenageada pelo histórico incentivo à conciliação.

Homenagens

A entrega dos certificados de reconhecimento foi dividida em seis categorias. A 4ª Vara do Trabalho de Campos dos Goytacazes (RJ), cuja titular é a juíza Raquel Farias de Pereira Moreira, se destacou com o maior número de processos conciliados na própria unidade no mês de maio. Já a 59ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, da juíza titular Débora Blaichman Bassan, obteve o reconhecimento pelo maior número de processos em pauta ao longo da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista.

Entre as participações individuais, forem entregues certificados aos advogados Jaqueline Cardoso, Marcio Alchorme da Rocha Paula e Michelle Vargas Rangel, representantes de autores de ações trabalhistas e que se destacaram com muitas conciliações. Já entre os patronos das reclamadas, os homenageados foram os advogados Carlos Eduardo Gomes Gonçalvez, Fabiane de Jesus Leal de Souza e Alexandre de Araújo.

O tribunal também reconheceu a participação de três escritórios de advocacia parceiros da conciliação: Chalfin, Goldberg, Vainboim & Fichtner Advogados Associados; Decleva Advogados; e Bosisio Advogados. Já o certificado de “empresa conciliadora” foi entregue a um representante do Banco Santander.

Também foram homenageados os servidores Fábio Petersen Bittencourt, diretor da Secretaria-Geral Judiciária (SGJ); Adriana Maria Frias Ponchio, diretora da Secretaria de Apoio Jurisprudencial e Recursal; e Alanyr Goulart Guimarães, da Seção de Apoio à Conciliação.

Não puderam comparecer à solenidade, mas também foram homenageados pela administração do Tribunal, os desembargadores Ana Maria Soares de Moraes e Evandro Pereira Valadão Lopes, pelo apoio que sempre deram às práticas da conciliação, bem como a  juíza do trabalho Nelise Maria Behnken e o diretor de secretaria Leandro da Rocha Pires, da 42ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, que se destacaram entre as varas parceiras com o maior número de acordos no Cejusc no mês de maio.

Fonte: TRT da 1ª Região (RJ)

CSTJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here