STJ mantém presa advogada suspeita de venda de transferência de detentos em presídios mineiros 11.01

0
2

​​​​O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, indeferiu liminarmente habeas corpus em que uma advogada presa preventivamente pedia a concessão de prisão domiciliar. Ela foi denunciada por integrar esquema de recebimento de vantagens econômicas indevidas em troca de transferência de detentos para outras celas, outros pavilhões e unidades no sistema prisional mineiro.
HC 638448
Link da Notícia:

Fonte: STJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here