Sentença que afastou criança do lar não impede pedido judicial de guarda pela mesma família

0
2

​​Mesmo após o trânsito em julgado da sentença que determinou o afastamento de uma criança do convívio familiar e sua colocação em abrigo, as pessoas que anteriormente exerciam a guarda e pretendem formalizar a adoção têm interesse jurídico para, após considerável transcurso de tempo, ajuizar ação de guard​a fundamentada na modificação das circunstâncias que justificaram o acolhimento institucional.
O número deste processo não é divulgado em razão de segredo judicial.
Link da notícia:

Fonte: STJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here