Projeto Livroteca promove cultura e arte na Comunidade Remanescente Quilombola Toca Santa Cruz, em Paulo Lopes (SC)

0
60

Direitos do Cidadão
5 de Agosto de 2022 às 14h40

Projeto Livroteca promove cultura e arte na Comunidade Remanescente Quilombola Toca Santa Cruz, em Paulo Lopes (SC)

Evento será realizado neste sábado (6)

Ilustração de um livro de páginas coloridas aberto. Em azul está escrito Livroteca - Páginas de Cidadania


Arte: Ascom/PRSC

O acesso a livros e à educação é uma das formas de promover a cidadania e empoderamento social da comunidade. Aliando o conceito de upcycling (dar um novo propósito para materiais que seriam descartados, agregando valor com criatividade) à valorização de artistas locais que se dispõem a doar sua arte para transformar objetos, surgiu a ideia da Livroteca MPF – Páginas de Cidadania, projeto que visa transformar refrigeradores inservíveis ao uso, que seriam descartados ou destinados à sucata, utilizando-os como estantes de livros e alocando-os em comunidades vulneráveis.

As Livrotecas promovem e valorizam a cultura em comunidades, através da arte e da literatura, e aproximam o MPF da sociedade. Além disso, propiciam uma maior visibilidade às comunidades em situação de vulnerabilidade social.

No mês de junho, o projeto escreveu as duas primeiras páginas de cidadania: foram entregues as duas primeiras Livrotecas, uma para o NEIM da Vila Santa Rosa, na Agronômica, em Florianópolis, e outra para o Projeto Além dos Olhos, no Bairro Areias, no Município de São José.

Cada geladeira recebe uma arte única, criada por um artista convidado, que deixa sua mensagem por meio do grafite ou outra técnica de expressão artística. Outras seis estão em fase de produção e serão entregues em agosto. Comunidade indígena, grupo de dança, escola infantil, grupo de mulheres, Bairro Educador do Monte Cristo e comunidade remanescente de quilombolas estão entre os beneficiários das próximas Livrotecas.

No próximo sábado (6), o MPF em SC estará promovendo uma verdadeira festa cultural no CRQ Toca Santa Cruz, em Paulo Lopes, onde vivem cerca de 100 famílias há mais de um século. A Livroteca será grafitada no local pela artista multimídia Gugie Cavalcanti, onde também haverá poesia com Preto Lauffer, além de uma roda de conversa de escritoras negras com a comunidade quilombola, com apoio do Movimento Negro Unificado (MNU/SC).

O MPF possui duas ações civis públicas em tramitação referentes ao Quilombo Toca Santa Cruz: uma objetivando o fornecimento de energia elétrica (5021911-64.2020.4.04.7200) e outra visando à demarcação da área, que está em fase de apelação no TRF4 (5023851-35.2018.4.04.7200).

Artistas

Gugie Cavalcanti – Monique Cavalcanti (Gugie) é grafiteira, artista visual. Como artista multimídia, desenvolve sua poética em diferentes formatos: muros, telas, performance e desenho digital. Propõe com suas criações uma estética relacional, onde o contato e a interação com suas obras se traduzem em uma ativação de sensibilidade coletiva.

Preto Lauffer – pedagogo social e poeta.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em SC
Atendimento ao público: (48) 2107-6100 e 2107-2410
Atendimento à imprensa: (48) 2107-2466, 2107-2480 e 2107-2474
E-mail: prsc-ascom@mpf.mp.br
www.mpf.mp.br/sc
Twitter: @MPF_SC



Fonte MPF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here