Para Quinta Turma, compete à Justiça Militar julgar PM que atirou em colegas da corporação 7.07.20

0
9

​Por unanimidade, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) não conheceu de habeas corpus impetrado por policial militar preso contra acórdão do Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais. No habeas corpus, foi pedido o reconhecimento da incompetência da Justiça Militar para julgar a tentativa de homicídio e, em consequência, a anulação do processo criminal.

#TrabalhoRemoto

Fonte: STJ