No TJES, corregedor do CNJ dá continuidade às inspeções em 2019

0
4

O corregedor-geral da Justiça do Espírito Santo, desembargador Samuel Brasil Júnior, o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, e o presidente do Tribunal de Justiça Espírito Santo (TJES), desembargador Sérgio Gama. FOTO: Arquivo.

O corregedor-geral da Justiça do Espírito Santo, desembargador Samuel Brasil Júnior, o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, e o presidente do Tribunal de Justiça Espírito Santo (TJES), desembargador Sérgio Gama. FOTO: Arquivo.

“É preciso lealdade com os jurisdicionados, cabendo à Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça, na prática de seus atos de fiscalização, garantir o aperfeiçoamento das atividades dos órgãos do Poder Judiciário e de seus serviços auxiliares e notariais de registro”. A afirmação foi feita pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, na manhã desta quarta-feira (20/2), na sede do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES).

Ao dar continuidade às inspeções programadas para a sua gestão à frente da Corregedoria do CNJ, Martins destacou que o objetivo do trabalho no TJES é o de examinar primordialmente se as determinações constantes da inspeção geral realizada anteriormente foram devidamente cumpridas, dando seguimento aos trabalhos da corregedoria em seu compromisso com a transparência e eficiência.

“Estamos no Tribunal de Justiça do Espírito Santo e estaremos nos demais tribunais brasileiros, em prol de um Poder Judiciário mais célere, que atue em consonância com os anseios da sociedade brasileira, apurando eventuais irregularidades, mas também dados exemplares e as boas práticas que possam ser repercutidas para outros tribunais”, afirmou o ministro.

Reunido com o presidente do TJES, desembargador Sérgio Gama, e com o corregedor geral de Justiça, desembargador Samuel Brasil, o corregedor do CNJ ressaltou que sempre estará atento à racionalização dos serviços prestados pelo Judiciário brasileiro e à sua plena eficiência.

Inspeção ordinária

A inspeção no TJES consta da Portaria nº 1 da Corregedoria Nacional de Justiça, de 15 de janeiro de 2019. De 18 a 22 de fevereiro, serão fiscalizados os setores administrativos e judiciais da Justiça comum estadual de segundo grau de jurisdição do tribunal estadual e serventias extrajudiciais do Espírito Santo.

Compõem a equipe da Corregedoria: a conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e desembargadora federal, Daldice Santana; os juízes federais Marcio Luiz Coelho de Freitas e Miguel Ângelo Alvarenga Lopes, ambos do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (DF), a juíza federal Kelly Cristina Oliveira Costa, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ); o juiz de direito Luiz Augusto Barrichello Neto, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), além de cinco servidores.

Nos cinco meses de gestão de Humberto Martins na Corregedoria Nacional de Justiça, já foram inspecionados os tribunais de Justiça de Sergipe, Piauí, Amapá, Distrito Federal e Rio Grande do Norte.

Corregedoria Nacional de Justiça


Tópicos:

corregedoria nacional de justiça,TJES,inspeção

CNJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here