Em quatro dias de Semana da Conciliação, TRT da 19ª Região (AL) homologa R$ 7 milhões em acordos

0
3

Resultados parciais divulgados pela Secretaria da Corregedoria do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (AL) mostram que no quarto dia de trabalhos da 5ª Semana Nacional de Conciliação, os valores conciliados atingiram a cifra de R$ 7.114.606,87. O número de audiências realizadas até a quinta-feira (30) – 944 no total – superou a expectativa inicial, que era de cerca de 800 em todo o tribunal. Foram homologados 445 acordos, representando um índice de 47,14% de aproveitamento.

O total arrecadado a título de recolhimentos previdenciário e fiscal foi de R$ 1.003.330,95. Foram atendidas 2.761 pessoas. O Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Soluções de Disputas (Cejusc) continua sendo responsável pelo maior montante em acordos firmados: R$ 3.007.536,45 (42% do total). Em seguida seguem se destacando a Vara do Trabalho de Porto Calvo R$ 1.589.344,62 (22%); a 10ª Vara do Trabalho de Maceió R$ 482.614,82 (7%); a Coordenadoria de Apoio às Execuções (CAE) R$ 352.664,18 (5%); a 6ª Vara do Trabalho de Maceió  R$ 335.475,08 (5%) e a Vara do Trabalho de Arapiraca R$ 304.774,18 (4%).

Conciliar sempre

Promovida pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), em parceria com os Tribunais Regionais do Trabalho, a Semana Nacional tem o objetivo de proporcionar, por meio de solução amigável, maior celeridade no encerramento de conflitos trabalhistas. O slogan da campanha de 2019 é “Menos conflitos, mais soluções: com a conciliação, o saldo é sempre positivo”

A qualquer tempo as partes podem solicitar inclusão de processos em pauta de audiências no Cejusc. A solicitação poderá ser feita por mensagem enviada para o e-mail conciliar@trt19.jus.br, pelo telefone 2121-8309 ou pessoalmente na sede do Cejusc, localizado no edifício anexo ao Fórum Pontes de Miranda (Avenida da Paz, nº 2076, Centro, Maceió), que funciona para o público externo das 7h45 às 14h30. O Cejusc também disponibiliza o telefone (82) 98212 7741 para contato via WhatsApp, tanto para notificações, como para agendamento de audiências de conciliação.

Fonte: TRT da 19ª Região (AL)

CSTJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here