Durante audiência em São Paulo, instituto de ensino e trabalhadores entram em acordo e põem fim a greve

0
5

Nessa quarta-feira (22), o Sindicato dos Professores de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, e o Instituto Metodista chegaram a um acordo durante audiência de conciliação realizada no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP). Com a mediação do vice-presidente judicial, desembargador Rafael Pugliese, a categoria aceitou os termos apresentados pela instituição e já retornaram ao trabalho, pondo fim à paralisação que teve início no dia 29 de abril.

Como parte do acordo, o Instituto Metodista se obriga a pagar integralmente os salários de abril até o dia 6 de junho, os salários de maio até 30 de junho e os salários de junho até o dia 10 de julho. Compromete-se, também, a não dispensar os empregados, sem justa causa, pelo prazo de 90 dias, ressalvadas as condições específicas previstas na convenção coletiva.

O instituto garante que as obrigações assumidas em relação aos trabalhadores representados pelo sindicato serão estendidas a todos os funcionários.

Fonte: TRT da 2ª Região (SP)

CSTJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here