Casal acusado de fazer abortos clandestinos no Rio e no Amazonas continua preso

0
79

Um médico e sua esposa, presos preventivamente sob a acusação de realizar abortos em uma clínica clandestina no município do Rio de Janeiro, tiveram habeas corpus indeferido pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins.
HC 716.742
Link da notícia:

Fonte: STJ