🍥 Boletim Justiça Agora

0
2

CNJ quer definir diretrizes nacionais para colher depoimentos de crianças e adolescentes de povos e comunidades tradicionais vítimas de violência. Para isso, criou um grupo de trabalho para acompanhar de perto projetos-piloto de quatro tribunais que vão colocar em prática medidas especiais para atender e ouvir esse público. O objetivo é implementar todos os cuidados previstos em lei para o reconhecimento e defesa dessas minorias.
Fonte: TV Justiça

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here